fbpx

7 Estratégias para estimular a autonomia nas crianças

autonomia crianças

Estimular a autonomia nas crianças é muito importante para o crescimento dos mais pequenos. Miúdos autónomos tendem a ser mais criativos, menos dependentes e mais bem-sucedidos.

O trabalho deve ser feito desde cedo, tanto na escola como em casa. Há muitos aspetos que contribuem para estimular a autonomia nas crianças, passando, sobretudo, por dar aos pequenos a liberdade para explorarem aquilo que os rodeia.

Comportamentos que não fomentam a autonomia

A postura dos pais é decisiva no desenvolvimento da autonomia nas crianças. Há comportamentos que as estimulam, mas também existem outros que têm efeitos contrários. Por conseguinte, destacamos algumas atitudes a evitar na educação do seu filho.

  • Exercer um controlo exagerado nos momentos da criança, como por exemplo, nas brincadeiras livres, nos convívios com os amigos, entre outros;
  • Dar constantemente orientações sem que esta possa tomar as suas próprias decisões;
  • Substituir-se à criança nas tarefas e nos desafios que ela tem de enfrentar;
  • Ser inseguro perante a criança e deixar que esse sentimento a afete;
  • Dar pouco tempo para ela brincar

Como estimular a autonomia nas crianças

A estimulação da autonomia nas crianças é um processo global que se prolonga no tempo. Implica desenvolver um conjunto de hábitos e tarefas em todos os contextos onde os miúdos se integram. Conheça 7 estratégias para tornar o seu filho mais autónomo.

1. Tenha uma postura relaxada

A superproteção parental é um dos fatores que impede o desenvolvimento da autonomia nas crianças. Para contrariar isso, estabeleça uma relação de confiança com o seu filho, baseada numa proximidade saudável e não “asfixiante”. Isto permite que ela se sinta mais confiante em explorar o meio, desconstruindo os medos na tomada de decisões e diminuindo a dependência do adulto.

2. Aplique o reforço positivo

A família tem um papel determinante no desenvolvimento da autonomia. Nesse sentido, o reforço positivo é fundamental para a criança adquirir a confiança e a segurança necessárias para se tornar mais autónoma. Valorize todas as conquistas do seu filho e motive-o quando as coisas correm menos bem.

3. Promova a autoestima da criança

Os dois pontos anteriores contribuem de forma decisiva para o desenvolvimento da autoestima nos mais pequenos. Crianças livres e seguras, tendem a ser mais autónomas e, por isso, menos receosas em errar.

4. Reforce a capacidade de tomada de decisão do seu filho

Nunca se substitua à criança em tarefas ou problemas que ela tenha. Quando o seu filho pedir ajuda, ajude-o, mas não faça por ele. Estimule a capacidade dele para resolver os seus próprios assuntos, demonstrando disponibilidade para o apoiar no que for necessário.

5. Estimule as brincadeiras livres

A brincadeira livre é um contexto determinante no desenvolvimento da autonomia e criatividade nas crianças. Dê espaço e tempo aos miúdos para poderem brincar de forma não orientada.

6. Ensine cedo as tarefas pessoais básicas

Há muitas tarefas pessoais que devem ser ensinadas desde cedo. Ensinar os miúdos a vestirem-se, comerem sozinhos, apertarem os atacadores, prepararem a mochila para o dia seguinte, são alguns exemplos que estimulam a autonomia nas crianças e diminuem a dependência do adulto.

7. Envolva a criança nas decisões e tarefas de casa

Outro aspeto que contribui para o desenvolvimento da autonomia nas crianças é dar oportunidade para elas se envolverem nas decisões de casa. É uma forma de estimular a responsabilidade dos pequenos perante situações que também são do seu interesse. Além disso, habitue-a a partilhar tarefas domésticas, como arrumar as suas coisas, ajudar os pais na limpeza ou arrumação, entre outras.

A autonomia nas crianças é fundamental para um desenvolvimento saudável e integral. Este aspeto tem um contributo determinante no bem-estar e sucesso futuros. Miúdos confiantes são mais bem-sucedidos nos desafios com que se deparam.

Subscreva o blog do Externato Champagnat e fica a par de mais dicas úteis para a educação do seu filho.


 

Deixe uma resposta