fbpx

5 Formas para reduzir o consumo de plástico em casa 

reduzir consumo de plástico

Nos últimos tempos, as preocupações com o ambiente têm crescido, pois as alterações climáticas são cada vez mais evidentes. É com a mudança de comportamentos que esta tendência pode ser invertida. Reduzir o consumo de plástico e apostar numa economia sustentável são alguns dos exemplos a seguir. 

O plástico é um material altamente poluente e tem uma ação muito negativa no ambiente e na biodiversidade. É sobretudo nos oceanos que o seu impacto é maior, pondo em causa os ecossistemas e a saúde das pessoas. 

Para que a população mundial consiga reduzir o consumo de plástico, é essencial educar as crianças para a adoção de hábitos e práticas positivas. Nas escolas, esse trabalho está a ser feito, contudo é importante ser complementado com uma boa educação familiar. 

4 Impactos negativos do consumo excessivo de plástico

Reduzir o consumo de plástico é um dos grandes desafios da humanidade para inverter a crise ambiental. Os impactos deste poluente no planeta são muito negativos. Fique a conhecer 5 consequências do uso deste material para o ambiente. 

1. Poluição dos rios e oceanos

Todo o plástico que não é descartado nos locais próprios, acaba nos cursos de água e, consequentemente, nos oceanos. Estima-se que haja 14 milhões de toneladas deste material a flutuar nos nossos mares. Os impactos são enormes tanto para a vida marinha, como para a saúde humana. 

2. Riscos para a biodiversidade marinha

Muitos animais marinhos, bem como aves, morrem devido aos resíduos de plásticos existentes no mar. Engasgamento, intoxicação, emaranhamento são algumas das consequências da presença deste material nos habitats marinhos. 

3. Contaminação dos solos 

O plástico não é biodegradável, por isso, é urgente reduzir o seu consumo. Em todo o mundo, só uma pequena parte deste material é reciclado, indo o resto parar aos oceanos ou aos aterros. A consequência desta prática é a contaminação dos solos e dos cursos de água com os produtos químicos que compõem estas matérias. 

4. Presença de microplásticos

Outra das consequências da presença do plástico nos ecossistemas é a degradação deste material em micropartículas. Estes microplásticos são impercetíveis e acabam por ser ingeridos pelos animais, sobretudo, os marinhos. Facto que afeta de forma crescente a alimentação dos seres humanos. 

5 Estratégias para reduzir o consumo de plástico

Nos últimos anos, a legislação em relação ao uso do plástico tem vindo a alterar-se. Por exemplo, muito recentemente, os utensílios descartáveis feitos deste material foram proibidos nos supermercados, restaurantes e outras superfícies comerciais. 

No entanto, embora sejam decisões importantes, não são suficientes para resolver este problema. Como tal, é importante promover a consciência de cada um para esta questão, sobretudo, nas famílias com crianças. 

É desde cedo que se devem incutir hábitos ambientais positivos nos mais pequenos. Para reforçar o trabalho de reduzir o consumo de plástico, sugerimos 5 dicas para estimular boas práticas nas crianças.  

1. Ofereça ao seu filho uma garrafa de água reutilizável

Normalmente, é comum as crianças levarem garrafas de água na mochila. Para não utilizar garrafas de plástico descartáveis, há opções reutilizáveis que reduzem significativamente o consumo deste material. 

2. Evite o uso de sacos descartáveis

Outra boa forma de reduzir o consumo de plástico em casa é usar sacos reutilizáveis. Quando for às compras, por exemplo, leve-os, não só para trazer os produtos, mas também para a fruta e os legumes. Demonstre ao seu filho como isso pode fazer uma grande diferença no consumo deste material. 

3. Opte por produtos a granel

O embalamento de produtos é uma das principais causas da produção de plástico. A área alimentar tem um peso considerável nesta prática. Para contrariar esta tendência, há marcas que utilizam alternativas para embalarem os seus produtos. Também existem espaços comerciais que vendem produtos a granel e permitem que as pessoas levem as suas próprias embalagens.  

4. Promova a reciclagem em casa

Em casa deve promover a reciclagem e ensinar aos seus filhos a importância deste comportamento. Colocar as embalagens de plástico no caixote amarelo é uma ação que contribui para reduzir a produção deste material, que é depois reaproveitado para outros fins.  

5. Reaproveite embalagens

Uma boa forma de reduzir o consumo de plástico e estimular bons hábitos no seu filho é reaproveitar embalagens. Aproveite o reaproveitamento para fazer atividades de decoração com os miúdos e use-as, por exemplo, para guardar os alimentos que compra a granel. 

Reduzir o consumo de plástico é fundamental para combater a crise climática. Desse modo, promova bons hábitos em sua casa de forma a reduzir a pegada ecológica da sua família e, ao mesmo tempo, estimular estes cuidados no seu filho. 


 

Deixe uma resposta