fbpx

Como preparar a entrada do seu filho no primeiro ciclo

primeiro ciclo

A transição do pré-escolar para o primeiro ciclo representa uma mudança significativa no percurso educativo da criança. A adaptação pode ser complicada, pois implica a alteração das rotinas bem como dos métodos pedagógicos.

Contudo, nem sempre surgem problemas. Há crianças que entram no primeiro ciclo e o seu processo de adaptação é simples. A forma como esta transição decorre depende de alguns fatores. Muitos deles podem ser acautelados pelos pais e pela equipa educativa de forma prévia.

De qualquer das formas, a transição para o primeiro ciclo será sempre um momento de ansiedade e expectativas e não apenas para as crianças. As famílias também sofrem com este processo, sendo importante para o bem-estar dos mais pequenos evitar transparecer isso para eles.

 

3 Fatores fundamentais na transição para o primeiro ciclo

Há alguns fatores que condicionam a mudança do aluno do pré-escolar para o primeiro ciclo. De seguida, destacamos 3 aspetos fundamentais neste processo.

 

1. Família

A família tem um papel decisivo em todas as etapas do desenvolvimento da criança. O percurso escolar não é exceção, pois implica uma proximidade e um acompanhamento por parte dos pais.

Desse modo, para os mais pequenos, é crucial ver no núcleo familiar uma estrutura que lhe transmita segurança e tranquilidade, sobretudo nestes momentos de mudança, propícios ao desenvolvimento de ansiedade e stress.

 

2. Instituição educativa

Com o aproximar do fim do ensino pré-escolar é muito importante existir um plano de transição para o primeiro ciclo. Normalmente, este processo começa com a educadora de infância, promovendo conversas e dinâmicas no sentido de envolver os mais pequenos nesta transição. É uma forma de desconstruir alguns receios e perceber a perspetiva dos miúdos.

Este plano consiste também em visitas à escola do primeiro ciclo, independentemente de a criança se manter na mesma instituição educativa ou não. Em alguns casos, há envolvimento de outros profissionais ligados à área socioeducativa, bem como dos pais.

 

3. Desenvolvimento e maturidade emocional da criança

O estádio de desenvolvimento e maturidade da criança contribui decisivamente para a transição para o primeiro ciclo. Este é um fator muito importante para a forma como os mais pequenos encaram a alteração e como gerem o processo.

Este aspeto ganha especial relevância quando há mudança de instituição educativa e de colegas. Quanto maior for esta preparação, mais tranquila será a adaptação.

 

5 Conselhos para uma transição tranquila

Para tornar a mudança para o primeiro ciclo mais simples, damos-lhe 5 dicas que vão ajudar pais e filhos neste processo.

 

1. Faça uma boa gestão emocional

Em muitos casos, a transição dos filhos para o primeiro ciclo é mais difícil para os pais do que para as crianças. De forma a não transmitir esses receios aos mais pequenos, é fundamental fazer uma boa gestão emocional.

Os miúdos têm uma capacidade de adaptação muito grande e, por isso, aquilo que menos precisam nesta fase é sentir o medo dos progenitores.

 

2. Escolha com tempo a nova instituição educativa

Há instituições que dispõem de oferta educativa além do pré-escolar. Nos casos em que isso não acontece e há necessidade de procurar uma nova escola, é importante que essa escolha seja feita com tempo. Isto permite que a criança conheça a nova instituição e se vá preparando para a mudança.

 

3. Vá fazendo visitas à nova escola

Mesmo quando a instituição de pré-escolar organiza visitas à nova escola, será importante que a família complemente este trabalho.

Desse modo, antes do novo ano letivo começar, faça o trajeto de casa até à nova instituição educativa do seu filho e deem um passeio nessa zona. É uma forma de a criança criar algumas referências do local para, posteriormente, facilitar o ingresso.

 

4. Esteja atento ao comportamento da criança

Se nota que o seu filho está muito ansioso com a mudança para o primeiro ciclo é importante não descurar comportamentos que ele possa desenvolver.

Desse modo, caso verifique mudanças ou sinais de que o bem-estar da criança possa estar em causa, deve procurar apoio junto da escola ou de um especialista para ajudar na transição.

 

5. Fale com a criança sobre a mudança

Além do trabalho da pré-escola relativamente à adaptação ao primeiro ciclo, é fundamental que as famílias complementem esse esforço em casa.

Nesse sentido, vá conversando com a criança sobre as mudanças que irão acontecer. Não omita nada e não faça desta transição uma surpresa para o seu filho. É importante que ele se vá preparando e percebendo que irá ter novas dinâmicas e rotinas.

 

Se gostaria de obter mais informação sobre mudanças de ciclo e de conhecer formas de facilitar o percurso escolar do seu filho, subscreva o nosso blog!

 


 

Deixe uma resposta