fbpx

Como gerir o teletrabalho com crianças em casa 

teletrabalho com crianças

O confinamento provocado pela COVID-19 obrigou muitas famílias a conciliarem o teletrabalho com as crianças em casa. O fecho das instituições de ensino, bem como de muitas empresas e indústrias exigiu que muitos pais enfrentassem esta realidade. 

Na maior parte dos casos, esta situação de teletrabalho com crianças não é nada fácil de gerir. Compatibilizar ambas as condições de forma a não falhar em nenhuma é um processo muito difícil. Por um lado, a capacidade de concentração e de foco no trabalho ficam reduzidas. Por outro, os cuidados e a atenção dada aos miúdos também acabam por ficar limitados. 

A verdade é que as orientações legais definidas para os períodos de confinamento obrigatório não deram alternativa aos pais em teletrabalho com crianças. Assim, estas famílias viram-se num dilema muito difícil de solucionar. 

 

Dicas para gerir o teletrabalho com crianças em casa

 Para o ajudar a enfrentar esta situação de teletrabalho com crianças em casa, sugerimos algumas estratégias para alcançar algum equilíbrio. Os conselhos serão dados de acordo com a faixa etária do seu filho. 

Importa sublinhar que esta realidade também não é fácil para os mais pequenos. Arotinas que se alteram, o clima de incerteza e o medo que se apodera das crianças tornam a situação muito complicada para elas.  

Convém não esquecer que compreender estas mudanças é muito mais difícil para os mais pequenos do que para os adultos. 

 

Teletrabalho com crianças dos 0 aos 6 anos

Este é a faixa etária das crianças mais difícil de lidar em teletrabalho. A sua dependência dos pais, sobretudo das mães, é muito grande. Não havendo alternativa, indicamos algumas dicas que podem facilitar esta situação: 

  • Sensibilize a entidade empregadora para o facto de ter uma criança pequena ao seu cuidado; 
  • Tente negociar com a entidade patronal uma flexibilização do horário de trabalho; 
  • Na eventualidade de ter um familiar disponível, solicite a sua ajuda; 
  • Crie rotinas consistentes para a criança, nomeadamente ao nível do sono e da alimentação. Será mais fácil para si gerir o tempo e programar as tarefas a realizar; 
  • Faça pausas regulares, de modo a dar a atenção necessária à criança. Se possível, leve-a a dar pequenos passeios no exterior. 

 

Teletrabalho com crianças dos 7 aos 10 anos

Gerir o teletrabalho com crianças destas idades é um pouco mais fácil, contudo, ainda requerem bastante atenção por parte dos pais. Dependendo da idade, já são capazes de ter algum entendimento sobre a situação e até contribuir para aligeirar o esforço dos pais.  

Fique com algumas dicas para gerir o teletrabalho com crianças nesta situação: 

  • Alerte a entidade empregadora para o facto de ter crianças em casa; 
  • Converse com a criança sobre a necessidade de conciliar o teletrabalho com as suas necessidadesNestas idades, o seu filho já terá capacidade para entender que não deve perturbar de forma desnecessária os pais; 
  • Quando a criança não estiver em telescola, prepare previamente algumas atividades para ela ir fazendo ao longo do dia. Disponibilizar puzzles, legos, material de desenho e pintura ou estimular a leitura de livros podem ser excelentes soluções; 
  • Evite que passe demasiado tempo agarrada aos aparelhos digitais e à televisão. Determine horários para ela usar estes gadgets; 
  • Faça pausas regulares para dar atenção à criança. Quando possível, dê pequenos passeios com ela no exterior de casa, não esquecendo as regras de segurança. 

 

Teletrabalho com filhos a partir dos 11 anos

A partir dos 11 anosas crianças já têm maior autonomia e menor necessidade da presença dos pais. A capacidade para lidar com o confinamento é também maior, assim como a compreensão do esforço dos pais. 

No entanto, para ser mais fácil de gerir esta situação, é importante ter alguns cuidados: 

  • Se está em teletrabalho com crianças ou adolescentes a partir dos 11 anos, deve estabelecer compromissos com elesOs mais novos devem comprometer-se em perturbar o mínimo possível o trabalho dos pais. Deverão organizao seu tempo de forma responsável e apoiar nas tarefas domésticas, especialmente se existirem irmãos mais novos; 
  • Limite o uso doaparelhos digitais, definindo horários de utilização; 
  • Disponibilize diversas formas de entretenimento para os seus filhos, como livros, jogos, puzzles ou legos. Pode também estimular o contacto com os amigos ou familiares através das vias digitais; 
  • Esteja atento àrotinas de estudosempre que a criança não esteja em telescolaNo que concerne ao ensino à distância, mostre interesse pelo trabalho realizado e disponibilize apoio sempre que necessário. 

 

Um período de confinamento não é fácil para ninguém, sobretudo se está em teletrabalho com crianças em casa. Siga os nossos conselhos para tornar esta fase mais fácil de gerir.  

Se pretende mais dicas sobre educação infantil, subscreva o nosso blog e mantenha-se a par das novidades. 

 

Deixe uma resposta