fbpx

7 Dicas para prevenir a COVID-19 no regresso às aulas

COVID-19 + regresso às aulas

A pandemia provocada pela COVID-19 trouxe um regresso às aulas diferente do habitual. O contexto atual obrigou a uma mudança radical nas rotinas de toda a comunidade educativa, principalmente dos alunos.

Para os mais pequenos, este é um regresso às aulas presenciais alguns meses após a sua interrupção. Toda a organização escolar que vão encontrar agora será muito diferente daquela a que estavam habituados. Vão-lhes ser exigidos cuidados redobrados para impedir a propagação da COVID-19 e manter a normalidade possível neste ano letivo.

Desde o início da pandemia, muitos cuidados têm vindo a ser introduzidos nas rotinas das crianças, mas, com o regresso às aulas, é fundamental que estes hábitos sejam reforçados. As escolas são espaços em que um possível foco de COVID-19 pode ter um grande potencial de propagação.

 

7 Conselhos para ensinar o seu filho a proteger-se da COVID-19

 

Uma vez que se trata de uma doença viral, o contágio ocorre de pessoa para pessoa, diretamente ou através do contacto com superfícies contaminadas. Nesse sentido, é fundamental adotar todos os cuidados para se proteger a si e aos outros.

Nas crianças, pode haver alguma resistência em adotar certas práticas. Usar convenientemente a máscara ou não partilhar objetos pessoais com os seus amigos, por exemplo, podem ser hábitos difíceis de implementar neste regresso às aulas em cenário de pandemia de COVID-19. Deixamos alguns conselhos importantes para ajudar o seu filho a proteger-se na escola.

 

1. Promova rotinas consistentes em casa

Na prevenção do contágio da COVID-19 há um conjunto de boas práticas que devem ser seguidas por todos. É importante que comecem por ser implementadas em casa e que não existam exceções durante este período. Para que as crianças as assimilem mais facilmente, estas novas rotinas devem ser prática habitual de todos.

 

2. Converse sobre a importância dos cuidados

Com o regresso à escola, as crianças e jovens deixarão de ter a supervisão dos pais para se protegerem da COVID-19. Em muitos casos, haverá um regresso às rotinas pré-pandemia, pelo que é essencial manter os cuidados preventivos.

Converse com o seu filho para que cumpra todas as regras e hábitos de higiene e segurança face ao vírus. É importante sensibilizar os mais pequenos para que se protejam a si próprios e aos outros.

 

3. Insista na higienização das mãos

A lavagem frequente e correta das mãos é um aspeto fulcral na prevenção da COVID-19. Com o regresso às aulas, este será certamente um ponto a ter em atenção nas escolas. Contudo, nunca é demais insistir em casa com os seus filhos numa correta higienização. Na internet encontrará vários guias divertidos, dirigidos aos mais pequenos, em relação a este tema.

 

4. Alerte para os cuidados na utilização da máscara

A utilização de máscara pelos alunos é obrigatória a partir do 2º ciclo. Se for o caso do seu filho, insista nos cuidados que deve ter para usar adequadamente este tipo de proteção. Alerte-o para a importância de trocar a máscara quando estiver suja ou húmida e ensine-lhe que, quando a descartar, deve colocá-la no lixo indiferenciado.

Por outro lado, se o seu filho ainda não é obrigado a utilizar máscara, reforce a importância dos hábitos de higiene respiratória, para que nunca se esqueça de tossir ou espirrar para a parte interna do cotovelo ou para um lenço descartável.

 

5. Fale sobre a importância do distanciamento social

Este regresso às aulas significará o reencontro de amigos, afastados desde o início da pandemia de COVID-19. O convívio com os colegas terá obrigatoriamente de ser diferente nestas circunstâncias. Nesse sentido, apele ao seu filho para que evite o contacto físico com os seus companheiros. Poderá interagir e brincar com eles, mantendo, no entanto, um distanciamento social seguro.

 

6. Impeça a partilha de objetos pessoais

Aprender a partilhar é um aspeto fundamental do desenvolvimento social das crianças. Contudo, a partilha de objetos pessoais deve agora ser evitada, face ao problema que vivemos. Antes do regresso às aulas, converse com o seu filho e explique-lhe muito bem a razão desta situação excecional. Reforce que partilhar é um bom princípio, no entanto, atualmente, pode ser um meio transmissor da COVID-19.

 

7. Informe-se sobre o plano de contingência da escola

Ter conhecimento do plano de contingência da escola face à COVID-19 é fundamental para facilitar o regresso às aulas do seu filho. Verifique as regras de organização da instituição educativa e, em casa, fale com os mais novos sobre o tema. Dessa forma, vai estar a facilitar a sua adaptação à nova realidade escolar.

 

Todos os cuidados são poucos para prevenir a COVID-19 neste regresso às aulas. Adotar todas as recomendações por parte das autoridades de saúde é fundamental para impedir a proliferação da doença.

Neste regresso à escola, em caso de dúvida, não hesite em contactar a instituição educativa do seu filho. Para ter acesso a mais dicas sobre educação, subscreva o nosso blog!

 

Deixe uma resposta