fbpx

Coronavírus: 5 Conselhos para acalmar os seus filhos

coronavírus

O novo coronavírus domina a atualidade. Entra-nos em casa todos os dias através das notícias que enchem os telejornais e as rádios, é assunto nas conversas partilhadas em grupos de WhatsApp e é tema principal nas videochamadas que fazemos com a família.

Entre os mais novos, agora forçados a ficar em casa como medida de combate ao vírus, é natural que surjam muitas perguntas. Enquanto pais, devemos ser capazes de os acalmar através de algumas estratégias. Sabermos explicar-lhes o que se passa, francamente, com calma e adaptando a linguagem à idade do menor, é um dos passos mais importantes.

Damos-lhe 5 conselhos essenciais para o ajudar a tranquilizar os seus filhos nesta fase.

 

1. Controle primeiro a sua própria ansiedade

Antes de iniciar uma conversa com os seus filhos sobre o tema coronavírus, tente primeiro controlar os seus próprios medos. O nível de ansiedade das suas crianças vai depender muito do seu nível de ansiedade.

Vivemos uma situação difícil, desconhecida e, claro, assustadora, mas temos de saber como agir. Sermos mais tolerantes com as crianças e, sobretudo, connosco mesmos é extremamente importante. A primeira coisa a fazer é, por isso, evitar um estado alarmista. Se os pais estiverem bem, as crianças vão sempre ficar bem.

 

2. Explique aos seus filhos o que é o coronavírus

Não há mal nenhum em ter consciência dos factos. Pelo contrário, uma conversa franca e adaptada à idade de cada criança deve mesmo acontecer.

Hoje em dia, também os mais novos estão expostos a informação falsa que lhes chega a toda a hora através dos tablets e smartphones. Conversar com os seus filhos, explicando-lhes o que está a acontecer e desconstruindo algumas fake news, vai ajudar muito a evitar medos e ansiedade.

Seja franco e não tente enganá-los. Encobrir ou mascarar a verdade não é a melhor forma de lidar com a situação.

 

3. Substitua o medo pela responsabilidade

A situação que o país e o mundo estão a atravessar gera, naturalmente, alguma ansiedade nos mais novos. É normal que os seus filhos tenham medo e, por isso, não deve descartar o receio das crianças apenas com um “está tudo bem”.

Infelizmente, o medo que o seu filho possa sentir é fundamentado, por isso não desvalorize só porque está a conversar com um menor. Uma boa estratégia é explicar-lhe o papel que todos devemos desempenhar no combate ao coronavírus. Mostrar-lhe que o que estamos a fazer serve não só para nos protegermos a nós próprios, mas sobretudo para protegermos os outros, a sociedade. Dar-lhe este papel de responsabilidade é muito importante para ajudá-lo a ultrapassar o medo.

 

4. Enfatize a importância dos cuidados de higiene

Dar aos seus filhos o sentimento de responsabilidade de que falámos no ponto anterior é também reforçar a importância dos cuidados a ter no combate ao coronavírus. Então, é muito importante explicar às crianças tudo o que devemos fazer para ajudar a travar o contágio e a propagação do vírus.

Certifique-se de que os seus filhos lavam bem as mãos antes e depois das refeições, após irem ao quarto de banho e sempre que forem ao terraço brincar. A melhor técnica com os mais novos é transformar a lavagem das mãos num jogo. Podem competir uns com os outros, ver quem consegue aguentar mais tempo a lavar as mãos ou quem faz mais espuma durante a lavagem.

 

5. Crie rotinas e aproveite o tempo com os seus filhos

Tentar manter uma rotina é essencial. Explique aos seus filhos a importância de, por uns tempos, estarem longe da escola, mas crie hábitos e horários com eles. Além das obrigações escolares, puxe pela imaginação e façam algumas tarefas juntos. Por exemplo, crie uma espécie de diário onde os mais novos possam escrever ou desenhar pensamentos e preocupações durante a quarentena.

Manter as crianças ocupadas é essencial para ajudar a controlar a ansiedade. E já que agora estamos todos em casa, aproveite ao máximo o tempo com os seus filhos. Converse com eles, vejam filmes, façam bolos, leiam e brinquem, brinquem muito. Há imensas atividades que podem fazer dentro de casa. Basta ser criativo!

 

brincadeiras para fazer em casa

9 Brincadeiras para fazer em casa com os mais pequenos 

LER ARTIGO

 

Sabemos que esta situação motivada pelo novo coronavírus é difícil, mas juntos seremos capazes de escrever um final mais feliz. Subscreva o nosso blog e acompanhe todas as dicas que partilharemos para ajudá-lo a tornar estes dias mais leves.

 

Deixe uma resposta