fbpx

O papel das artes marciais no desenvolvimento dos mais novos 

artes marciais + crianças

Será que é benéfico as crianças começarem a praticar artes marciais desde cedo? Existem mais riscos ou vantagensEstas são questões que os pais colocam frequentemente. 

Na verdade, as artes marciais podem desempenhar um papel extremamente sadio durante a jornada da infância e da adolescência. E opções não faltam: karatékung-fu, judo, jiu-jitsu, entre muitas outras. 

Qualquer que seja a modalidade que considere melhor para o seu filho, ou que ele prefira, há um aspeto vital. Avalie cuidadosamente o local de treino e a competência dos professores antes de inscrever a criança. 

Depois disso, é só ver o seu pequeno a desenvolver-se como nunca imaginou, quer ao nível físico, quer no domínio intelectual. Acompanhe-nos à medida que exploramos 9 das principais vantagens de os miúdos crescerem a praticar artes marciais. 

 

9 Benefícios das artes marciais para as crianças

 

1. Não incitam a violência e ajudam a diminuir a agressividade

Embora possa haver o mito generalizado de que as artes marciais, de alguma forma, tornam as crianças mais agressivas, dá-se precisamente o oposto. Estes desportos ajudam os miúdos lidar melhor com as emoções e a controlar o seu comportamento. 

Na verdade, as artes marciais assentam num princípio claro contra a violência e num conjunto de regras bem estipuladas. Sempre que sejam praticadas num local seguro, sob a supervisão de profissionais e com as técnicas adequadas, não há perigo de lesões. 

No fundo, estas práticas físicas incentivam o seu filho a desafiar-se a si mesmo e nunca a prejudicar os outros. 

 

2. Contribuem para um crescimento mais ativo

Atualmente, os pequenos tornam-se autênticos craques da tecnologia cada vez mais cedo. Muitas crianças passam demasiado tempo em frente aos ecrãs, dentro de casa e sem interagir com outros miúdos. 

Ao desenvolver um interesse pelas artes marciais, o seu filho aprenderá a adorar exercício físico e crescerá mais forte e saudável. Para além disso, reunirá as ferramentas necessárias para comunicar com os mais variados tipos de pessoas. 

 

3. Melhoram a capacidade física das crianças

As artes marciais constituem um método perfeito para o seu filho melhorar a flexibilidade e a coordenação. Fortalecem o sistema imunológico e conferem mais resistência ao corpo. Contribuem ainda para aprimorar os reflexos e a mobilidade, entre várias outras capacidades motoras. 

 

4. Ajudam a controlar a respiração

Muitos adultos sofrede problemas respiratórios ou, pelo menos, sentem maior dificuldade em respirar quando deparados com uma situação que os deixa cansados. Através das artes marciais, as crianças desenvolvem a sua resistência, o que permite que respondam melhor ao cansaço. Adicionalmente, aprendem desde cedo as técnicas para dominar a respiração de maneira correta. 

 

5. Preparam as crianças para lidar com as falhas

As artes marciais são desportos exigentes e o seu filho sentirá isso logo que começar a jornada. É inevitável que falhe e que o faça várias vezes. Mas não há problema. A resiliência, o empenho e o espírito positivo são partes imprescindíveis nestas atividades. 

As crianças têm a oportunidade de interiorizar lições valiosas sobre não desistir e encarar de forma construtiva as dificuldades da vida. 

 

6. Incutem um bom sistema de valores

A longa história das artes marciais remonta aos tempos dos grandes códigos filosóficos, éticos e morais. Não é de admirar que o seu filho possa aprender valores preciosos que o acompanharão no futuro. 

Estes desportos incluem o respeito por si próprio e pelos outros, sem nunca assumir que o adversário é mais fraco. Incluem também honestidade, a disciplina, a paciência, a camaradagem e a coexistência pacífica. 

Um excelente mentor pode fazer com que o seu filho nunca se esqueça da importância da igualdade entre todas as pessoas. Sendo assim, as crianças aprendem a valorizar os indivíduos de qualquer etnia, género, religião, orientação sexual ou classe socioeconómica. 

 

7. Ensinam a importância de estar focado

As artes marciais podem cultivar no seu filho a capacidade impressionante de conhecer e controlar a sua mente. Como resultado, a concentração e o foco serão profundamente desenvolvidos. Afinal, estas características são fundamentais para a prática bem-sucedida de qualquer arte marcial. 

As crianças aprendem a focar-se no momento, sem serem perturbadas por distrações externas. Isto será uma excelente alavanca para a melhoria dos hábitos de estudo e dos resultados escolares.  

 

8. Contribuem para o desenvolvimento da autoestima e confiança

Quanto mais as crianças percebem o que conseguem fazer com o corpo e a mente, mais confiantes se tornam. A cada treino, o seu filho fica mais desinibido e trabalha ao nível da autoconfiança. Também deve ficar muito mais à vontade para socializar com os outros, ao passo que a timidez diminui. 

Ao mesmo tempo, a própria natureza das artes marciais assegura que essa autoestima não degenera em arrogância ou num senso de superioridade. Isto acabará por se refletir positivamente em todos os aspetos da vida. 

 

9. Levam as crianças a respeitar os adultos e a procurar referências

Os bons professores de artes marciais podem tornar-se autênticos modelos para os miúdos. Os mais pequenos começarão a refletir os seus comportamentos e atitudes. Isto levará a que concluam que os adultos têm muito para lhes ensinar.  

Gradualmente, as crianças desenvolverão mais apreço e respeito pelos pais, pelos outros familiares e pelo pessoal docente e não-docente da escola. As artes marciais podem tornar-se numa poderosa ferramenta para melhorar o ambiente familiar e impulsionar a maturidade do seu filho. 

 

O Externato Champagnat preocupa-se muitíssimo com o crescimento físico, mental e emocional de todas as crianças. Para mais artigos úteis como este, visite e subscreva o blog, onde encontrará um vasto leque de textos que exploram temas da infância e da adolescência. 

Sabemos que ser mãe ou pai é um trabalho exigente. É por isso que estamos sempre prontos a ajudar, nas nossas aulas e nos meios digitais! 

 

Artigos relacionados: 

Atividades Extracurriculares: a Melhor Opção Para Cada Idade! 

“Mau perder”: Ensine o seu filho a aceitar as derrotas 

 

Deixe uma resposta