fbpx

Saiba como educar o seu filho para aprender a partilhar

como educar filho

Na época do Natal, é provável que reavalie o seu espírito de solidariedade, entreajuda e partilha. Afinal, a quadra natalícia incentiva-nos a parar por uns minutos e a pensar no que podemos fazer pelos outros. Se tem filhos pequenos, é natural que deseje que desenvolvam esse espírito. Acompanhe-nos e saberá como educar o seu filho para aprender a partilhar!

As nossas dicas e sugestões são ótimas para explorar junto das crianças na época natalícia. As famílias estão mais propensas a aprender e a aplicar estes bons conselhos. No entanto, este é o guia de que precisa para saber como educar o seu filho em qualquer altura do ano e nas várias fases do crescimento.

 

Como educar o seu filho e incutir espírito de partilha?

 

1. Faça jogos que promovam a necessidade de partilhar

As crianças são capazes de aprender e interiorizar qualquer conceito ou comportamento, desde que o possam fazer de uma forma divertida. Ao educar o seu filho para a partilha, dá-se precisamente o mesmo.

Quando a criança estiver a brincar com os irmãos ou os amigos, incentive-a a fazer jogos baseados na cooperação e não na competição. Os miúdos podem construir em conjunto uma invenção em LEGO ou até mesmo resolver um puzzle. Outra ideia é passar entre o grupo uma bola ou um balão, tendo como meta nunca deixar o objeto cair.

No quotidiano doméstico, pode e deve encorajar o seu filho, desde bem cedo, a participar em tarefas como regar as plantas, limpar o quarto, arrumar as compras ou por a mesa. O espírito de partilha será reforçado a partir da atitude de entreajuda.

 

2. Fale com a criança sobre o espírito de partilha

Se vir que o seu filho está a começar a desentender-se com outra criança e a não querer partilhar um brinquedo, intervenha rapidamente. Talvez seja necessário separar as crianças. Depois, quando os pequenos se acalmarem, fale carinhosamente com eles acerca da importância de partilhar. Sublinhe que a partilha é algo muito positivo e traz vantagens a todos os envolvidos.

 

3. Estimule a capacidade de resolução de problemas

Depois de o seu filho ter em mente que deve saber partilhar, está na hora de ajudá-lo a entender como se faz. Use como exemplo um brinquedo de que ele gosta muito. Pergunte-lhe: “Como é que achas que o podes partilhar com outros meninos?”. Ouça e aplique, sempre que possível, as sugestões que a criança dá. Incentive-a a brincar à vez e garanta que quer ela, quer os outros miúdos respeitam os tempos estipulados.

O mais importante é que o seu filho compreenda que partilhar não é sinónimo de dar. Os brinquedos que partilha com outras crianças vão ser sempre seus e ninguém os tirará de casa. Mostre-lhe ainda que, quanto maior for o seu espírito de partilha, maior será a probabilidade de os amigos partilharem com ele brinquedos que irá adorar.

 

4. Respeite aquilo que pertence ao seu filho

Não esquecendo tudo o que abordamos até agora, é importante que o seu filho entenda que há certas coisas que pode não querer partilhar. Nesta categoria incluem-se especialmente roupas, livros, pertences pessoais e também alguns brinquedos.

Sente-se com a criança e decidam em conjunto o que é para partilhar e o que é para manter guardado. Os pequenos ficam muito mais dispostos a partilhar quando sabem que o que realmente valorizam está seguro.

Por alguma razão, um irmão ou um amigo podem encontrar algo que o seu filho escolheu não partilhar. Neste caso, ensine-o a exigir calmamente das outras crianças que peçam emprestado antes de começarem a brincar. Depois de fazerem isso, o seu filho pode responder “sim” ou “não”. Afinal, ele já tinha decidido com a aprovação dos pais que aquele brinquedo não seria partilhado.

 

5. Dê o exemplo

Em última análise, a resposta à pergunta “Como educar o seu filho para a aprender a partilhar?” reside quase totalmente no exemplo que dá. As crianças aprendem maioritariamente pela imitação dos comportamentos daqueles que consideram referências. Por isso, é imprescindível que, como mãe ou pai, desenvolva o seu próprio espírito de partilha.

Seja generoso e prestável para com todos os membros da família. Não seja agarrado demais a certos objetos. Para evitar que o seu filho veja os pais a ficarem irritados por causa de algo que não querem partilhar, mantenha essas coisas bem guardadas. E use regularmente o termo partilhar para descrever uma ação que o seu filho está a presenciar e que quer que ele adote.

Ensine às crianças que partilhar objetos, ideias, sentimentos e histórias é o que nos faz crescer como pessoas e como sociedade.

 

A partir deste Natal e ao longo do próximo ano, esforce-se para incutir no seu filho, e em toda a vida familiar, as dicas que abordámos. Os resultados serão extremamente satisfatórios!

Para saber mais sobre como educar o seu filho para aprender a partilhar, visite e subscreva o blog do Externato Champagnat. Encontre outros textos sobre infância e adolescência. Estamos consigo em todos os passos da jornada de crescimento!

 


 

Deixe uma resposta