Primeiro telemóvel: Porque seduz as crianças e quais os riscos?

Primeiro telemóvel

O primeiro telemóvel das crianças é um presente que a maioria dos pais deseja adiar. Existem alguns receios associados ao uso deste gadget, que deixam os progenitores apreensivos. Porém, dadas as funcionalidades úteis do dispositivo eletrónico, os pais acabam por oferecê-lo aos pequenos.

Nesse sentido, cada vez mais cedo as crianças têm o primeiro telemóvel. E não são as suas funcionalidades básicas, como chamadas e SMS, que as seduzem. São as múltiplas aplicações disponíveis o grande entretenimento dos miúdos atualmente.

Desse modo, grande parte do tempo livre é passado na companhia deste equipamento. As atividades físicas, por exemplo, dão lugar ao pequeno ecrã. Além disso, espaços como a escola e o meio familiar são invadidos pelo uso de dispositivos móveis.

O segredo para uma utilização responsável está, em parte, na definição de regras no momento em que se oferece o primeiro telemóvel. Para tal, é importante compreender o que atrai os pequenos e quais os riscos associados.

 

5 Funcionalidades do smartphone que atraem as crianças

Se tem filhos, com certeza já se questionou sobre o porquê de quererem tanto o primeiro telemóvel. As possibilidades de entretenimento que este equipamento lhes proporciona são, certamente, a razão principal. Provavelmente, na escola, há algum aluno que já tem smartphone, pelo que os colegas acabam seduzidos.

Outra questão que assola os pais é perceber aquilo que tanto alicia os jovens no pequeno ecrã. Saiba que as preferências variam conforme a idade e o género, além de dependerem do acesso que as crianças têm à internet.

Fique agora a conhecer as 5 possíveis razões que levam o seu filho a desejar este equipamento.

 

  1. Jogos

Os videojogos são um dos passatempos preferidos das crianças. Hoje em dia, os smartphones possibilitam experimentar uma grande variedade de jogos. Estas aplicações são as mais procuradas pelos rapazes, desde os mais novos aos adolescentes, embora as raparigas também as procurem. Destacam-se os jogos de estratégia e aventura que são praticados online e em grupo.

 

  1. Apps de vídeo

Devido à recente tendência dos youtubers, as apps de vídeo são uma das razões que prendem as crianças aos telemóveis. São capazes de perder horas a ver o seu youtuber favorito.

Atualmente, existe uma oferta vastíssima de vídeos em sites como o YouTube, que ensinam e divulgam modas e tendências. Contudo, nem sempre as temáticas abordadas são apropriadas, pelo que é importante haver supervisão dos pais.

 

  1. Redes sociais

Ao contrário do que possa pensar, o Facebook não é a rede social favorita das crianças. Hoje em dia, os miúdos preferem o Instagram ou o SnapChat, porque as funcionalidades se adequam melhor às suas preferências. Pretendem ver e elaborar pequenos clips de vídeo. Nas redes, expõem também a sua imagem, procurando o reconhecimento dos seguidores.

 

  1. Aplicações de mensagens

O primeiro telemóvel não é encarado pelas crianças apenas como uma forma de entretenimento. Permite-lhes também estar online e em contacto com os colegas.

O envio de mensagens e a partilha de conteúdos são feitos em apps como o WhatsApp e o Messenger. Nestas, os miúdos gostam de criar grupos mediante os diferentes contextos em que interagem.

 

  1. Música

Não estranhe que, depois de receber o primeiro telemóvel, o seu filho lhe peça uma coluna portátil para ouvir as suas músicas. Isto porque existem aplicações que permitem ouvir música em streaming e apps que possibilitam a gravação de videoclipes. Os mesmos podem ser posteriormente partilhados numa rede social, como por exemplo o TikTok.

 

6 Riscos associados ao uso do primeiro telemóvel

Se está a pensar dar o primeiro telemóvel ao seu filho, é importante que conheça os riscos que lhe estão associados.

Primeiramente, é importante referir que os principais perigos estão relacionados com o uso que as crianças fazem da internet. No caso do primeiro smartphone, os riscos são mais evidentes. Esta mudança na vida dos pequenos deve, portanto, ser devidamente acompanhada pelos pais.

 

  1. Exposição da imagem

Grande parte das crianças usa e abusa da possibilidade de enviar fotografias e vídeos seus aos amigos. Estes conteúdos são muitas vezes partilhados sem que haja noção dos perigos. Dá-se, assim, uma inapropriada e inconsequente exposição da imagem.

 

  1. Acesso a conteúdos prejudiciais

Com a ligação à internet, o acesso e a partilha de conteúdos impróprios para a idade pode tornar-se um problema para o crescimento da criança.

 

  1. Risco de dependência

Hoje em dia, as crianças passam uma grande parte do seu tempo livre agarradas ao telemóvel. Para muitas, é difícil libertarem-se da dependência que este equipamento lhes desperta.

 

  1. Quebra no rendimento escolar

O telemóvel pode ser um fator de distração na escola, seja pela utilização indevida nas aulas, seja pela redução do tempo de estudo. Para alguns alunos, torna-se também mais difícil concentrar-se nos estudos.

 

  1. Diminuição das relações interpessoais

Apesar de o primeiro telemóvel ser um meio de interação, representa uma espécie de mediador de relações. As interações face a face estão a perder terreno para o contacto através desta tecnologia.

 

  1. Cyberbullying

A internet é, hoje em dia, um espaço onde o bullying pode acontecer. É frequente acontecerem situações de violência psicológica, nomeadamente quando as crianças estão mais vulneráveis.

 

Se está a pensar dar o primeiro telemóvel ao seu filho, é importante salientar que nem tudo é negativo. Apesar dos perigos, existem muitas vantagens associadas ao uso deste equipamento. Tudo depende da forma como define as regras de utilização.

 

Este artigo respondeu às suas questões? Tem outras dúvidas sobre como lidar com as problemáticas que envolvem a educação e o crescimento infantil? Subscreva o nosso blog e tenha acesso a outros artigos úteis para o desenvolvimento do seu filho!

 



Deixe uma resposta