Sucesso escolar: Como é determinante o papel dos pais?

sucesso escolar

O sucesso escolar dos filhos é motivo de preocupação para todos os pais. A verdade é que o bom aproveitamento não depende só das características individuais da criança. Entre os vários elementos externos que interferem no desempenho académico, destacam-se os papéis da escola e dos pais.

As instituições de ensino exercem uma função essencialmente pedagógica. Portanto, cabe aos progenitores incutir nos filhos ferramentas psicossociais, para complementar o que é ensinado nas escolas.

No fundo, o que se pretende é que estabelecimentos de ensino e encarregados de educação colaborem uns com os outros. O objetivo é comum: formar crianças felizes e bem-sucedidas, tanto na escola como na vida.

 

4 Aspetos que contribuem para o sucesso escolar

 

  1. Princípios incutidos em casa

O sucesso escolar depende, em grande parte, de noções básicas como o trabalho, a disciplina, a organização e a responsabilidade. Porém, a tarefa de transmitir estes conceitos não cabe unicamente aos professores. Na realidade, é em casa que os princípios devem ser fomentados.

Todas estas características podem ser postas em prática no dia a dia das crianças, nomeadamente no estudo. Os trabalhos de casa e a preparação para os testes, por exemplo, são ocasiões ideais para passar a mensagem.

O esforço e a dedicação trarão resultados e essa é a maior recompensa. Estes ensinamentos são cruciais, porque terão influência para o resto da vida, quer pessoal, quer profissional.

 

  1. Dormir as horas recomendadas

As rotinas e as regras são muito importantes para o desenvolvimento infantil. Em contrapartida, a falta de descanso pode afetar a memória e o raciocínio, dando origem a dificuldades de concentração.

Assim, uma das práticas fundamentais para alcançar o sucesso escolar e o bem-estar infantil é respeitar o horário de dormir. As horas de sono recomendadas variam consoante a idade. Para crianças em idade escolar, 10 horas será o ideal.

 

  1. Ler

A leitura é uma prática extremamente poderosa, pois contribui para a aprendizagem e para o bom funcionamento do cérebro. Uma criança com hábitos de leitura terá, com certeza, uma taxa de sucesso escolar superior à daquelas que não leem.

Apesar disso, os livros estão cada vez menos presentes no quotidiano das famílias. Atualmente, com a presença das novas tecnologias na vida das crianças, estes passaram para segundo plano.

No entanto, é importante contrariar esta tendência. Primeiramente, a utilização de smartphones e tablets deve ser regrada. Depois, passo a passo, deve introduzir-se o hábito de ler, com livros que despertem o interesse dos mais novos.

 

  1. Ter tempo livre

Os momentos de lazer e diversão são tão importantes quanto as horas de estudo. Com efeito, é nestes tempos livres que a criatividade se manifesta.

Contudo, hoje em dia, a escola ocupa a maior parte do tempo e as atividades extracurriculares deixam pouca margem para a diversão. Assim sendo, deve reservar-se espaço na agenda para o ócio.

O tempo livre deve ser isso mesmo, livre. É, pois, essencial dar autonomia às crianças para fazerem aquilo de que gostam, para brincarem, para descobrirem o mundo…

 

Em suma, podemos dizer que o sucesso escolar é resultado de uma conjugação de fatores. A escola tem, sem dúvida, um papel determinante. Todavia, a função dos pais é igualmente indispensável.

Não existe uma fórmula exata para que os miúdos sejam bem comportados e tenham boas notas. Até porque todas as crianças são diferentes e as características individuais pesam muito. Porém, um ambiente familiar saudável, com amor e boas práticas, traduzir-se-á, certamente, em crianças felizes e sucesso escolar garantido.

 



Deixe uma resposta