Educação: Deixar os filhos na creche ou com os avós?

educação

A educação de um filho gera sempre alguns dilemas na cabeça dos pais. O período pós-licença de parentalidade é um desses momentos. Nesse sentido, com o aproximar do regresso ao trabalho, surge a questão: deixar a criança com os avós ou inscrevê-la numa creche?

Esta é uma situação que deixa os progenitores apreensivos, pois ambas as opções têm as suas vantagens e desvantagens. Não é fácil escolher uma solução em detrimento da outra.

Neste artigo, mostramos-lhe 5 vantagens de cada uma das opções. Pretendemos, assim, ajudá-lo a refletir sobre qual o melhor caminho para si e para o seu filho.

 

5 Vantagens da educação na creche

 

  1. Profissionais especializados em educação infantil

As creches têm profissionais qualificados e experientes no cuidado das crianças. Apesar de haver um maior sentimento de confiança por parte dos familiares, a educação nestes espaços tem normalmente mais vantagens para o desenvolvimento dos miúdos.

Nas escolas, as competências são trabalhadas respeitando os timings das estruturas cognitivas dos mais novos. São desenvolvidos planos educativos adequados à idade e às características de cada bebé.

 

  1. Qualidade da educação e das aprendizagens

Sendo a educação nas creches assente em planos pedagógicos individualizados, as aprendizagens têm maior qualidade. Consequentemente, a probabilidade de sucesso académico no futuro é superior, pois favorece-se a apreensão precoce de competências pedagógicas.

 

  1. Maiores oportunidades de socialização

Uma das grandes vantagens da creche é proporcionar às crianças a interação e socialização com outros miúdos da mesma idade. Esse contacto é vantajoso na sua educação, no sentido de desenvolverem competências emocionais e relacionais. Por outro lado, a brincadeira com os pares é fundamental para o seu desenvolvimento.

 

  1. Instalações adequadas à educação das crianças

As instalações das creches devem ser, de acordo com a lei, adaptadas às características dos pequenos. Toda a arquitetura e equipamentos obedecem a critérios, a fim de não colocar em risco a integridade das crianças. Por conseguinte, a garantia de segurança é maior.

Ao mesmo tempo, o espaço para os bebés explorarem é mais alargado, o que estimula a imaginação. As creches são, assim, pensadas para que a educação infantil seja o mais frutuosa possível.

 

  1. Maior aceitação da mudança

O ingresso na creche desenvolve a capacidade que as crianças têm de enfrentar o desconhecido. Retirar o bebé da sua zona de conforto (o meio familiar, por exemplo) possibilita-lhe também desenvolver a habilidade de adaptação a situações inesperadas.

A creche é, por si só, um espaço que vai apresentando continuamente novos desafios e estímulos. Por conseguinte, são trabalhadas competências como a autonomia, resistência à frustração e responsabilidade.

 

5 Vantagens de deixar os filhos com os avós

 

  1. Solução mais económica

Deixar as crianças com os avós permite às famílias reduzir os encargos mensais. Isto porque as restantes opções, como a creche, podem implicar uma despesa considerável, dependendo do orçamento que cada família tem disponível.

Assim, esta solução, para além de outros benefícios, liberta os pais de preocupações financeiras. Ao mesmo tempo, estes ficam com a certeza de uma educação plena e com afeto, sem ser necessário dar nada em troca.

 

  1. Educação no seio familiar

Esta solução permite também aumentar o tempo que os bebés passam no seio familiar. Atualmente, as crianças vivem grande parte do dia em instituições educativas ou espaços similares, reduzindo consideravelmente o tempo em família. Ficar com os avós contraria esta tendência, ao mesmo tempo que ajuda a cimentar os laços familiares.

 

  1. Melhoria do bem-estar de avós e netos

O envolvimento dos avós na educação dos mais pequenos aumenta o bem-estar de ambos. Por um lado, problemas emocionais e comportamentais têm menor impacto nas crianças. Por outro, constrói-se um sentimento de utilidade no quotidiano dos mais velhos. São, portanto, evidentes os benefícios psicossociais para ambos.

 

  1. Sentimento de segurança dos pais

É certo que as instituições educativas têm profissionais qualificados e provas dadas no cuidado das crianças. Ainda assim, muitos pais sentem-se mais seguros quando os filhos com poucos meses de vida ficam ao cuidado dos avós.

Os progenitores já foram os seus cuidadores e, por isso, sabem com o que podem contar. Além disso, o sentimento de separação no pós-licença de parentalidade é menor, tanto para os pais como para os pequenos.

 

  1. Maior flexibilidade horária

Às vezes, fruto dos ritmos diários, os pais têm dificuldade em conciliar o seu horário de trabalho com o período de funcionamento das creches. Tal pode gerar alguns constrangimentos na rotina familiar.

Com os avós, não há esse problema! A flexibilidade horária é muito maior, o que dá aos pais uma grande tranquilidade em relação a esta questão.

 

Deixar os filhos na creche ou com os avós é uma escolha que cabe aos pais e que deve resultar de um processo de reflexão familiar. Cada família tem as suas particularidades, pelo que não há uma resposta linear à pergunta “qual a melhor opção?”.

Estando em jogo a educação e desenvolvimento dos pequenos, os pais devem considerar todos os prós e contras. A decisão tomada terá, certamente, repercussões no futuro das crianças.

 

Subscreva o nosso blog para ter acesso a mais conteúdos pedagógicos e conselhos sobre educação e bem-estar infantil.

 



Deixe uma resposta