Reforço positivo: Qual a importância na educação das crianças?

reforço positivo

O reforço positivo é uma técnica comportamental educativa utilizada quer por pais, quer por professores, com ótimos resultados no desenvolvimento infantil.

Educar uma criança é um desafio constante. As dúvidas que surgem no processo são inúmeras. Por isso, questionamos frequentemente se o que estamos a fazer é, efetivamente, o melhor.

No que diz respeito à educação, não existe certo ou errado, pois cada pessoa tem o seu método. Contudo, sabemos que há sempre margem para melhorar, aprender e tentar novas abordagens.

Em vez de criticarmos os nossos filhos quando agem de forma errada, porque não elogiá-los quando fazem algo corretamente? É neste contexto que surge o reforço positivo, um forte aliado do bom desenvolvimento das crianças.

 

O que é o reforço positivo?

Trata-se, essencialmente, de uma estratégia em que estímulos específicos levam a um determinado comportamento. É uma metodologia simples e eficaz: após cada ação bem-sucedida, aplicamos um incentivo. Assim, as probabilidades de esse comportamento se vir a repetir no futuro aumentam.

Por exemplo, quando uma criança diz “obrigado” ou “por favor” por iniciativa própria, os pais devem demonstrar orgulho e satisfação. Dessa forma, os mais pequenos irão certamente fazê-lo mais vezes.

 

4 Tipos de reforço positivo

Esta técnica desenrola-se em vários formatos, dependendo da personalidade de cada um e do contexto no qual está inserida. Com efeito, as abordagens mais comuns em que o reforço positivo acontece são as seguintes:

 

  1. Reforço natural

É aquele que acontece espontaneamente. Um bom exemplo é uma criança estar atenta nas aulas, estudar e esforçar-se, com o objetivo de tirar boas notas.

 

  1. Reforço social

Acontece geralmente sob a forma de elogios ou afetos. No âmbito escolar, é facilmente ilustrado por um “Bom trabalho” escrito pelo professor no teste do aluno. Em casa, um abraço acompanhado de um reforço verbal pode servir para agradecer, por exemplo, por ter arrumado o quarto.

 

  1. Reforço por símbolos

Este método é muito utilizado nos infantários e nas escolas. Determinada ação leva à atribuição de uma ficha ou ponto. Para além do reconhecimento entre colegas, há um aumento da autoestima e um acréscimo da frequência de comportamentos desejáveis.

 

  1. Reforço tangível

Envolve uma recompensa, seja em forma de presentes, guloseimas, dinheiro ou outros. Apesar de ser extremamente motivador, este tipo de estímulo deve ser usado com equilíbrio e moderação.

 

Os efeitos do reforço positivo nas crianças

Quando usado corretamente, este tipo de abordagem torna-se eficaz e traz resultados positivos para o dia a dia de todos os envolvidos. Alguns dos benefícios associados à utilização do reforço positivo no âmbito infantil são:

  • Aumento da prática de atitudes positivas;
  • Melhoria da autoestima;
  • Diminuição de comportamentos indesejáveis;
  • Melhoria da relação entre pais e filhos/educadores e alunos.

 

A infância marca o início da construção da personalidade de qualquer indivíduo. Portanto, a educação, tanto escolar como familiar, tem um impacto fundamental no desenvolvimento infantil.

A metodologia do reforço positivo surge, assim, como forma de auxiliar pais e professores a implementar comportamentos desejáveis nas crianças. Além disso, é uma maneira de transmitir valores básicos e fundamentais que assentam no bem.

É possível que, inconscientemente, muitos tutores já utilizem esta técnica. Se nunca a pôs em prática, saiba que ainda não é tarde. Comece por um elogio, escolha uma pequena recompensa e termine com um abraço. Verá que vale a pena.

 



Deixe uma resposta