Educação infantil: Quão importante é o papel dos pais?

Educação

A educação de uma criança é, hoje em dia, um desafio constante para qualquer pai ou mãe. É uma tarefa diária, que exige paciência e atenção, principalmente na infância. Nesta fase, os mais novos estão ainda a formar a sua personalidade.

É certo que, por um lado, a escola tem uma grande responsabilidade na educação infantil. Mas, por outro, é em casa que se aprendem os valores mais básicos.

Questiona-se frequentemente sobre quais as suas funções enquanto pai/mãe? Conheça alguns conselhos que achamos pertinentes e que podem ajudá-lo a criar uma criança bem-educada e com boas maneiras.

 

4 Conselhos para educar com sucesso

 

  1. As palavras-chave da boa educação

Bom dia ou boa tarde, por favor, com licença, desculpa e obrigado. Estas expressões são o alicerce de uma boa educação. Com efeito, é imperativo que as crianças percebam a sua importância desde cedo.

Neste processo, os pais devem assumir o papel de “polícia” e alertar a cada falha. Assim, o reforço e a repetição acabam por tornar-se os melhores aliados. A aprendizagem é bastante morosa, mas a recompensa é valiosa. Quando o seu filho usar estas “palavras mágicas” por iniciativa própria, irá sentir um orgulho imenso.

 

  1. Ensinar valores, ética e moral

Outro dos pilares do processo educativo prende-se com o ensinamento dos valores éticos e morais. Num sentido mais lato, é importante mostrar às crianças a diferença entre certo e errado, bom e mau, justo e injusto. Para consegui-lo, é possível recorrer a livros e filmes, assim como notícias ou situações da vida corrente.

Cabe também aos pais demonstrar o valor de outros princípios fundamentais, como a honestidade, a solidariedade e o respeito.

 

  1. A importância da disciplina

As regras e limites devem ser parte integrante da vida familiar, seja em relação aos horários para dormir e brincar, seja no momento da refeição ou de vestir.

Para além disso, é fundamental atribuir tarefas aos mais pequenos, consoante a idade. Arrumar os brinquedos e o quarto, pôr e levantar a mesa e ajudar nas limpezas devem ser encarados com seriedade. Assim, as crianças perceberão desde tenra idade o sentido da palavra responsabilidade.

Devem também ser estabelecidas consequências para o incumprimento, tais como passar algumas horas sem ver televisão ou usar o tablet. Estas, porém, não devem ser duras, para garantir a sua execução. É crucial conseguir o respeito da criança pela lógica e não através do medo.

 

  1. Afeto: O pilar de uma boa educação

Dar amor e carinho é tão importante como impor regras e limites. Nesse sentido, devemos fortalecer os laços que nos ligam aos nossos filhos sempre que possível. Estaremos a contribuir para um desenvolvimento emocional saudável.

Quer seja através de um beijo, um passeio de mãos dadas ou uma simples brincadeira, o afeto é basilar. Ademais, este tipo de momentos e recordações sobrepõe-se a todas as zangas e birras que possam ter acontecido antes.

 

A educação de uma criança começa, sem dúvida, em casa, no seio familiar. Os primeiros anos são de extrema importância para a formação da personalidade e para um futuro promissor, em termos pessoais e profissionais. Nesse sentido, os pais têm um papel fundamental no desenvolvimento dos filhos.

A função da escola é igualmente essencial. Esta tem o propósito de complementar os ensinamentos já adquiridos. Dessa forma, através de disciplina e com uma dose generosa de amor, a educação do seu filho estará no bom caminho!

 



Deixe uma resposta