Férias: 6 Dicas para pôr as crianças a ler!

Férias

Férias são sinónimo de brincadeira e diversão para os mais pequenos. Porém, as atividades lúdicas nesta época do ano não devem incluir apenas praias, piscinas e brinquedos. Os livros devem ser uma presença constante na infância e as férias não são exceção.

Como é sabido, ler estimula o cérebro, aumenta a capacidade de concentração, enriquece o vocabulário e fomenta a criatividade. São só vantagens! No entanto, esta prática está cada vez mais ameaçada pela crescente presença de aparelhos eletrónicos no quotidiano das famílias.

Com a banalização dos tablets e smartphones, os livros foram perdendo lugar no dia-a-dia das crianças e até dos adultos. Contudo, não perderam importância. Nesse sentido, cabe aos pais incentivar as crianças a ler, dando um novo lugar de destaque aos livros.

O período de férias pode ser o ideal para que a leitura ganhe um lugar fixo na vida familiar. Quer que os seus filhos desenvolvam o prazer de ler, mas não sabe como? Siga as nossas dicas e aproveite as férias para pôr toda a família a folhear um livro.

 

6 Truques para incentivar o seu filho a ler nas férias

  1. Dar o exemplo

Para que os mais pequenos queiram ler, os adultos devem dar o exemplo. Como é de conhecimento geral, as crianças gostam de imitar os pais. Se estes tiverem o hábito de ler e se demonstrarem entusiasmo em relação à leitura, os filhos vão seguramente querer fazer o mesmo e não a verão como uma obrigação. Leia na praia, no sofá, na cama ou mesmo na esplanada. Assim, os seus filhos perceberão que esta prática não tem hora nem local e essa sensação de liberdade cativá-los-á.

 

  1. Adaptar o livro à idade

Existem livros para as mais diversas faixas etárias, desde os primeiros meses de vida até à adolescência. No momento da aquisição de um livro, é importante ter em conta a idade para a qual é recomendado.

Para bebés, encontramos livros ricos em imagens, cores e texturas, que constituem o aliado perfeito para começar a falar. A partir dos dois anos, podemos introduzir as clássicas histórias de encantar e livros com temas específicos (tais como largar a chupeta ou ir para a escola).

Para as crianças com três ou mais anos, surgem os livros de interesse moral, como as fábulas. Por sua vez, para os miúdos que já aprenderam a ler (sete a oito anos), as coleções são uma ótima opção. Isto porque, depois de lerem o primeiro livro, vão querer ler os próximos. As férias são uma ótima altura para o fazer.

 

  1. Aliar a leitura às novas tecnologias

Para as crianças mais relutantes em abrir mão dos dispositivos eletrónicos, porque não apostar em livros digitais? A verdade é que caminhamos a passo largos para uma sociedade paper free. Lembre-se de que o importante não é o suporte, mas sobretudo impulsionar o gosto pela leitura.

 

  1. Escolher livros de acordo com as preferências das crianças

Princesas ou super-heróis, dragões ou dinossauros, aventura ou fantasia, diário ou banda-desenhada… Existem livros dos mais variados géneros, com diversos temas e formatos. Se soubermos que os nossos filhos gostam de algum assunto em particular, devemos apostar nele. As probabilidades de o livro ser um sucesso aumentam substancialmente.

 

  1. Ler em família

O dia-a-dia de uma família está cheio de ocasiões em que se pode incentivar os mais pequenos a ler. No momento de cozinhar, precisamos de alguém que leia a receita. Quando vamos passear, é necessário que alguém leia a placa informativa relativa ao monumento que estamos a visitar. E aquela notícia que suscita o interesse de todos? Está no jornal! Cada oportunidade deve ser aproveitada, especialmente nos primeiros anos, em que o exercício da leitura ainda não está aperfeiçoado.

 

  1. Promover a troca de livros

A troca de livros entre amigos ou familiares durante as férias é também uma boa forma de impulsionar a leitura. Acaba por ser um desafio, pois as crianças ficam motivadas em ler o livro para depois o debaterem com quem o emprestou. Para além disso, é uma forma de mostrar que é bom partilhar e que os livros podem (e devem) ser reutilizados.

 

A leitura é um hábito saudável e de extrema importância para o desenvolvimento das crianças. Deve, por isso, ser incutido desde tenra idade e incentivado em todas as fases do crescimento.

Aproveite as férias para cimentar esta prática e para demonstrar que ler é um prazer, não uma obrigação. Nesse sentido, procure um bom livro e deixe o seu filho levar-se por uma história cativante!

 



Deixe uma resposta