Exercício físico é fundamental no desenvolvimento das crianças!

Exercício físico

O exercício físico é recomendado não só a adultos, mas também a crianças, de acordo com estudos científicos e organizações ligadas à saúde.

A prática regular de atividade física proporciona uma melhoria do bem-estar das crianças. Além disso, ajuda na prevenção de doenças crónicas e contribui positivamente para uma vida saudável.

Ao exercitarem-se regularmente, os mais novos desenvolvem as suas habilidades psicomotoras e emocionais. Conhecem melhor o seu corpo e tornam-se autoconscientes da sua força e elasticidade. Adicionalmente, desenvolvem habilidades de controlo, coordenação, equilíbrio, resistência e agilidade em diversas atividades pessoais e sociais.

Em suma, o exercício físico favorece o desempenho escolar e social das crianças. Saiba se há uma idade certa para começar a praticá-lo e conheça os exercícios recomendados para cada fase de crescimento.

 

Há uma idade certa para começar a praticar exercício físico?

A atividade desportiva deve iniciar-se na infância e continuar a ser praticada com regularidade na adolescência. Só assim se tornará algo aprazível para as crianças e jovens, contribuindo para o seu crescimento saudável.

O exercício físico ajuda a trabalhar a socialização, as competências de trabalho em equipa, a capacidade de comunicação e a gestão de tempo. Pode ser praticado em família ou na escola, em atividades extracurriculares, brincadeiras ao ar livre, jogos individuais ou desportos coletivos.

Se é pai ou mãe, saiba que não há uma idade certa para começar. O importante é que o seu filho se mexa e que o faça o mais cedo possível. Na verdade, as crianças que são incentivadas a praticar exercício físico aprendem desde muito novos a reconhecer as vantagens para o seu bem-estar e qualidade de vida.

Através do desporto, é possível incutir nos miúdos estilos de vida saudáveis, que ajudam a combater o sedentarismo e a prevenir doenças crónicas como diabetes, obesidade, hipertensão e problemas cardiovasculares.

 

Quais os exercícios adequados a cada etapa do crescimento?

  • Do 1 aos 6 anos

Até aos 6 anos, o ideal é que as crianças desenvolvam a motricidade grossa e fina. O exercício físico foca-se, por isso, em atividades que promovem o seu desenvolvimento físico integral.

Para estas idades, são recomendadas brincadeiras ao ar livre (como correr, saltar, chutar, pular e andar de bicicleta), desportos como natação, judo e ballet e atividades escolares de psicomotricidade. Acima de tudo, as crianças devem praticar exercício físico de forma lúdica, sem carácter competitivo.

  • Dos 6 aos 12 anos

Nesta fase de crescimento, os miúdos já possuem uma maior maturidade motora, pelo que começam a escolher os seus desportos preferidos. Os pais devem incentivar a prática regular de atividade física, apoiando as suas escolhas.

As crianças entre os 6 e os 12 anos podem explorar as suas aptidões, participando em exercícios individuais ou coletivos, tais como futebol, basquetebol, andebol, dança e vólei, entre outros. Podem também fazê-lo através de atividades extracurriculares e escolares.

Nesta fase, o exercício físico revela-se importante para a libertação de energia acumulada, evitando o aparecimento de comportamentos nervosos e a hiperatividade.

  • A partir dos 12 anos

Quando as crianças entram nesta etapa de crescimento, começam a desenvolver o interesse em cuidar do corpo e definem as suas atividades preferidas, quer para recreação, quer para competição.

A partir dos 12 anos, os pais devem estar atentos às lesões e ao desenvolvimento anormal dos músculos das crianças. Estes problemas podem ser provocados pela prática excessiva de exercício físico.

 



Deixe uma resposta