Educação das crianças: Crie rotinas consistentes e harmoniosas!

Educação

Na educação, as rotinas são fundamentais, uma vez que contribuem para o pleno desenvolvimento das crianças.

Alguns pais associam erradamente o termo rotina a uma conotação menos positiva. Isto porque gera regularidade na realização de tarefas e porque estipula o que deve ser feito e em que momento. Esses mesmos pais acreditam que, ao haver uma obediência a horários, hábitos e procedimentos, a liberdade e espontaneidade das crianças fica fragilizada.

Porém, a maioria compreende a importância das rotinas na educação. Encara-as como um fator favorável ao crescimento saudável das crianças. Percebe, assim, que contribuem para uma melhor integração na sociedade, um melhor desenvolvimento psico-motor e uma maior estabilidade emocional.

Segundo especialistas, as rotinas na educação infantil devem ser encaradas pelos pais como elementos importantes na formação dos filhos. Os hábitos transmitem às crianças estabilidade e segurança e proporcionam uma maior facilidade de organização e gestão do tempo.

 

Família desorganizada, crianças irresponsáveis!

A existência ou não de rotinas diz muito sobre os hábitos quotidianos de uma família e sobre a sua influência no desenvolvimento das crianças. Vejamos como, num meio familiar desorganizado, em que as regras não existem ou são desadequadas, a educação dos mais novos é afetada.

  • Numa casa onde as refeições nunca são servidas à mesma hora ou são realizadas à pressa, com recurso a alimentos pouco salutares e nutricionalmente pobres, a criança cria hábitos alimentares pouco saudáveis.
  • Os momentos de higiene pessoal são descurados? Muitas vezes, o seu filho fica sem tomar banho ou lavar os dentes? Assim, não desenvolve hábitos de higiene e cuidado pessoal e torna-se desmazelado.
  • Quando não há regras quanto à hora de deitar e o período normal de sono é perturbado, a criança não dorme o tempo suficiente, fica cansada e torna-se mais desatenta.
  • Se não houver um horário destinado ao estudo, o aluno desleixa-se na realização dos trabalhos de casa. Passa também a estudar para os testes em cima da hora.
  • Nos casos em que não há um momento específico para brincar, a criança torna-se mais temperamental, ansiosa e irritadiça.
  • Se o seu filho nunca chega a horas às aulas ou às atividades extracurriculares, poderá vir a ter dificuldades no cumprimento de horários.

A falta de rotinas na educação familiar das crianças torna-as mais inseguras, incumpridoras, irresponsáveis e desorganizadas. A inexistência de regras tem também repercussões no seu comportamento escolar. Assim, surgem as faltas e os processos disciplinares, o baixo aproveitamento e o desinteresse generalizado para com a escola.

 

Educação com rotinas consistentes, crianças confiantes!

Quando os pais estabelecem rotinas na educação, os filhos evidenciam um ótimo cumprimento das suas obrigações. Ao implementar hábitos consistentes e adequados à idade, os pais estão a contribuir para o desenvolvimento de crianças responsáveis, confiantes e autónomas.

Numa família organizada, em que há regras, os miúdos desenvolvem estabilidade do ritmo circadiano. Desta forma, não há perturbações do sono e a sua concentração nas aulas não é afetada.

Nestes casos, a criança aprende a gerir o tempo de acordo com as especificidades das suas atividades diárias, é capaz de compreender as regras, é respeitadora e responsável, é menos conflituosa e, à medida que cresce, torna-se mais confiante e desenvolve capacidades de negociação.

Com rotinas consistentes, os seus filhos compreendem a importância do autoestudo e valorizam os momentos de lazer e as atividades de crescimento pessoal. Além disso, desenvolvem hábitos de conduta apropriados e positivos e percebem a utilidade da escola. Em suma, tornam-se crianças emocionalmente equilibradas.

 

Rotinas harmoniosas, crianças estáveis!

Lembre-se: Na vida, nada do que é arbitrário funciona corretamente! Mas o que é imposto de forma rígida e inflexível também não é benéfico! Convém estabelecer rotinas ajustadas à idade das crianças, que proporcionem momentos de alegria e enriquecimento pessoal e que estimulem a construção de conhecimento e competências adequadas ao seu desenvolvimento psico-motor.

É importante que o bom senso predomine para que a rotina ajude verdadeiramente a orientar, organizar e equilibrar a vida das crianças, contribuindo para o seu sucesso escolar e social.

 



Deixe uma resposta