fbpx

Ensino de artes e a sua importância para as crianças!

Ensino de artes

O ensino de artes e a sua importância é um assunto que, como diz o velho ditado, “tem pano para mangas”. Na minha humilde perspetiva, nos últimos anos, o ensino de artes tem sido desacreditado e posto de parte para dar maior relevância a outras disciplinas.

Mas as outras matérias não são mais importantes. São simplesmente mais valorizadas pela sociedade, que se esqueceu que a arte subjaz a todas as áreas do conhecimento. A arte é fundamental para desenvolver outras habilidades.

No campo da matemática e da geometria, a arte potencia a criatividade, a concentração e a capacidade de resolver problemas. Já nas línguas, é parceira no processo de alfabetização, visto que a escrita ocorre a partir do desenho de letras, que juntas formam palavras com diferentes significados. De referir também que a arte complementa e ajuda a despertar o interesse pelos livros, textos e autores distintos.

Posso nomear dois “génios” da nossa História, que tiveram sempre a arte presente nas suas vidas. Albert Einstein, por exemplo, tocava lindamente violino e procurava este instrumento para se inspirar na resolução das suas teorias. Leonardo da Vinci, famoso pela sua polivalência, foi pintor, cientista, filósofo e criador.

Defendo que o ensino de artes é fundamental para a nossa formação pessoal e para a nossa vida! Quanto mais cedo se começar, melhor.

 

Ensino de artes: Porque é tão importante para as crianças?

As artes têm o poder, a magia, de possibilitar às crianças o desenvolvimento da sua sensibilidade e da sua criatividade. Já para não falar de todos os benefícios referentes ao fortalecimento da motricidade fina e grossa.

Foi com o Homem pré-histórico que a arte se tornou essencial. Surgiu para este se expressar e representar, à sua maneira, as formas, movimentos e experiências vividas no seu quotidiano. Logo, é importante não oferecermos às crianças apenas a arte que está exposta nos museus. Temos também a missão de permitir que se expressem livremente, sem medos, sem pressa e sem comentários negativos. Os seus registos e movimentos corporais são o reflexo da sua forma de pensar, de ver e de entender o mundo que as rodeia.

Tudo isto permitirá que as crianças cresçam, tornando-se indivíduos mais sensíveis e com capacidade de ver o mundo com outros olhos e, no futuro, contribuir favoravelmente para a sociedade.

 

Ensino de artes: Uma missão da escola

O ensino de artes visuais – da música, da dança e do teatro – como áreas integrantes do ser humano potencia desde cedo os pensamentos, as fantasias, as emoções, a perceção e o entendimento consciente do mundo que nos rodeia e do qual fazemos parte.

Uma das missões da escola é proporcionar aos alunos o contacto com todas as áreas do saber, nas quais se incluem as artes, cruciais para o seu desenvolvimento pessoal e social.

A arte torna-nos mais sensíveis, mais recetivos, mais tolerantes e abertos ao mundo. A um mundo repleto de essência, natureza, diversidade, cultura, tradição, saberes, paladares, cheiros, gentes, povos com as suas crenças e religiões…

O mundo é cada vez mais global e multicultural. Sem o conhecimento artístico e sem a presença regular da arte, o Homem é um ser desajustado e incompleto.

 

Sara Fernandes
Professora de Educação Visual de Tecnológica (EVT)
Externato Champagnat

 


 

Deixe uma resposta