Escola: qual a melhor escolha para o seu filho!

Escola

A escola e todo o seu processo de escolha até ao momento de decisão é um assunto que gera bastantes incertezas e ansiedade. Muitas são as dúvidas que nos surgem enquanto Pais mas talvez uma das mais importantes, e perturbantes, seja a escolha da escola certa para os nossos filhos, aquela que vá ao encontro de todas as suas necessidades e que apazigue as nossas preocupações. É um período que pode ser muito angustiante para muitos Pais. Pensemos um pouco sobre isto.

O que queremos privilegiar na escolha da escola para os nossos filhos? Será a localização? Será o tipo de alimentação confecionada? A metodologia de ensino? Se tem ou não espaços verdes? Se oferece aulas de música desde cedo? Ou de Inglês? Muitas são as perguntas que nos envolvem enquanto pais para escolher A Escola.

E no entanto, a um dado momento, cada família, cada agregado, cada pai, cada mãe, conforme as suas preocupações e prioridades, deverá tomar a sua decisão de forma tranquila, informada e refletida.

Pensemos em cada um dos critérios já mencionados:

 

# A localização da escola

Aqui privilegiamos o local onde está situada. Perto de casa ou de casa dos avós, é uma opção. Há também quem privilegie a proximidade com o local de trabalho, desta forma garante que em menos de quase nada chega à escola em caso de necessidade (uma febre, varicela, um “acidente” que chama por uma muda de roupa…). É importante estar perto, ou pelo menos acessível, e se a angústia de estar mais longe pode ser mais difícil para si, escolha pela localização.

Mas localização também é o espaço onde o nosso filho vai passar o dia. O espaço interior e exterior deve proporcionar conforto, um contexto educativo enriquecedor e interações diversas. É aqui que pode se pode privilegiar jardins, parque infantil, recreio coberto e salas com espaço e luz. Uma visita à possível escola da sua escolha faz milagres para a tomada de decisão. Há espaços que nos encantam e ao vê-los sabemos instintivamente que o nosso filho se vai dar bem ali.

 

# A metodologia

Que tipo de metodologia queremos para o ensino dos nossos filhos? Hoje em dia é fácil recolher informação sobre o trabalho implementado em cada uma das salas dos diferentes ciclos. Na atualidade, palavras como empreendedorismo, trabalho projeto ou práticas democráticas são já referência do linguajar da educação.

A escola quer-se inclusiva, curiosa, dinâmica e centrada na criança.

É aqui que nos são úteis leituras que possamos ter feito ou mesmo a opinião de amigos ou conhecidos cujas crianças tenham frequentado tal e tal escola. Esta partilha de informação é importante pois ela pode fortalecer a decisão que vamos tomar.

Informe-se bem, se esta é, para si, uma questão essencial. São muitas as práticas e as teorias a funcionar nas salas de aula portuguesas. No entanto, é através de um bom projeto pedagógico que cada criança é estimulada no seu desenvolvimento global promovendo assim o seu futuro e fornecendo ferramentas para a vida em sociedade.

 

# A oferta curricular

Hoje em dia, quase todas as escolas têm uma oferta interessante de enriquecimento para o ensino das crianças ou se não têm podemos logo exclui-las da lista. Há de tudo, do mais diferente e original ao mais clássico e tradicional. Há para todos os gostos e interesses, por isso pergunte e questione e pense naquilo que será para a sua criança, sabendo que há essenciais como Inglês, Arte, Música, Educação Física. Aqui, a existência de uma horta pedagógica é com certeza uma mais-valia.

 

# A alimentação

É um importante fator a ter em conta. Uma escola com cozinha própria onde confeciona diariamente as refeições tem com certeza pontos a favor. Como são elaboradas as ementas? Com o apoio de uma nutricionista, assim é garantida a variedade e qualidade na alimentação. Há ainda escolas que permitem aos Pais levar as refeições de casa, seja pelas opções alimentares de cada família ou simplesmente para alguma economia no orçamento familiar. 

 

# O horário

É um ponto importante a considerar. Deverá dar resposta ao horário dos Pais, claro, e a toda a rede de apoio que envolve a criança. O calendário escolar merece muita atenção para não sermos apanhados com dias fechados e longos períodos de férias sem que não seja oferecida uma alternativa de ocupação de tempos livres e onde o deixar a criança seja algo divertido para ela e de confiança para os pais.

 

# O ambiente

Sim, o ambiente, aquele espírito que se sente em crianças e adultos quando se entra numa escola. É algo que se ouve e se vê assim que se entra pela porta da escola. Crianças felizes brincando, barulho, paredes com trabalhos feitos em sala de aula é o que se quer.

 

# Finalmente, o preço

É um dos fatores mais pesados e mais discutidos. É aquele que tem de corresponder a várias somas. É um valor muito pessoal o plafond que cada família pode reservar para a escola das crianças. 

 

Estes são apenas alguns aspetos, entre tantos outros que não abordei, como fardas, uso de tecnologia ou transporte.

 

É um processo verdadeiramente longo e enrolado em que procuramos pensar em cada ínfimo pormenor para nos aproximarmos o mais possível daquele 100% ideal da escolha certa… Sabemos que a escola perfeita não existe mas queremos a melhor possível. Então, se tudo o resto falhar, se todos os critérios forem satisfeitos e mesmo assim a dúvida ainda assombrar, vá por mim, e escolha a escola onde acredita que o seu filho vai ser feliz. Essa será definitivamente a principal marca de vivência dele na escola e a que fará a diferença, pois uma criança que está feliz aprende sempre melhor.

 

Sandra Sousa
Educadora Coordenadora do Pré-escolar
Externato Champagnat


2 Comment

  1. Press Champagnat says:

    Olá Mãe Sara.
    Obrigada pelo carinho. Eu é que sou uma privilegiada, não só por trabalhar com as crianças com quem estou diariamente mas também por privar com os Pais que as acompanham. Só assim faz sentido, esta parceria. Um beijinho grande!


    Sandra Sousa
    Externato Champagnat
    Sala 3 anos A

  2. Sara Alves says:

    A escolha que fiz e de que não me arrependo, a minha filha frequenta o colégio desde os 3 anos está agora com quase 7 adora a “escolinha” e as professoras, teve o privilégio de estar na sala da autora deste brilhante texto por quem tenho um especial carinho.

Deixe uma resposta